Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

O Gullit, o twitter, e eu

Pi, 23.02.13

Foi assim: ao sábado de manhã apanho sempre twitts do Ruud Gullit - siiiim, o Gullit! - e se eu nunca deixei de ser adolescente em muita coisa, com o Milan do Gullit tenho definitivamente 15 anos, espero o resumo alargado do calcio ao domingo à tarde, sem saber se me vai sair Maldini, Zenga, Pagliuca ou Benarrivo, mas agradeço seja qual for, e vejo mais tarde os highlights no Domingo Desportivo.  

 

Adiante, o Gullit aos sábados de manhã, pois. Hoje vi-o e entrei-lhe timeline dentro a ler os twitts dos últimos dias. Estavam lá, do dia do Milan - Barcelona, umas celebrações dos dois golos, uns forza Milan. aaaaawe... ele também ainda gosta do Milan. 

 

Ora o Gullit também é o da Holanda de 88 e aquela camisola horrenda - lamento, não consegui gostar nunca, e sempre que vejo van Basten celebrar de braço no ar tenho pena que seja essa a camisola - que a Adidas se lembrou de inventar (a Alemanha teve o alternativo semelhante mas em verde, péssimo também). Malditos anos 80, a Adidas (e o mundo dos padrões em geral) enlouqueceu.

E hoje - hoje! em 2013! - leio nos twitts do próprio: 

 

❤ é a oficialização da coisa na primeira pessoa. Gotta luv twitter.