Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Das redes sociais. 'Cabadinho de ouvir

Pi, 20.07.13
"As redes sociais não tornam as amizades um bocadinho mais artificiais?"

Não, assim de caras: não.
Agora se somos todos amigos ou não também é discutível. Tal como na vidinha lá fora.

O que eu sei é que na vida fora das redes há quem me conheça bem e me adivinhe muita coisa: gostos, pensamentos, risos. MAS! Nas redes sociais também há, e são mais pessoas. E é isto.

Verdade verdadinha, a minha cabeça tal como ela é anda pelo twitter - vagamente pelo facebook - e isso ajuda a adivinhar-me lógicas (?) e tolices.

Se amizade é chorar de emoção ao por do sol de mãos dadas e descobrir que a vida vai ser boa porque somos amigos, disso não tenho nem no real nem no virtual. Também não preciso.

Sei que me rio e me divirto. Rir sim, é o meu por do sol de lágrimas nos olhos e cabelo ao vento. E não sei rir artificialmente. Só assim "xD" e se na vidinha real pouca gente o perceberia, na virtual muita gente sabe a interpretação que tem. Olhem, nuances e subtilezas, para mim é isso que importa nas redes sociais.

Pronto, não fica tudo dito mas também não temos pressa e há mais blog para escrever.

Enviado a partir do meu smartphone BlackBerry®
www.blackberry.com