Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Martim Moniz. A estação

Pi, 11.10.13
Gosto muito. É das estações "novas" provavelmente a de que mais gosto. Os cruzados e guerreiros em mármore, tudo muito simples e eficaz, o próprio Martim Moniz entalado na porta (deixem-me, quero lá saber que seja lenda), ficou mesmo engraçada. Mas só hoje - lá está, pode ser da hora, de o cão estar a olhar, sei lá - reparei que é a do Martim Moniz, o Martim Moniz! E está cheio de Cruzados. No primeiro momento, pensei um "ai, não pode ser...", mas acho que vou rir, pronto.
O motivo pelo qual acredito que HA coincidências é porque assim tem muito mais piada, se fosse propositado tinha zero graça.
Enviado a partir do meu smartphone BlackBerry® www.blackberry.com

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.