Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

É capaz de deixar um livro a meio?

Pi, 03.10.12

Perguntava ali e eu respondi automaticamente "tantos". E de seguida achei que podia participar.

Eu chego a ter 4 e 5 livros começados. E alguns nunca cheguei a terminar mesmo, mas conto com eles como "a meio", um dia lê-los-ei.

E de facto, regra geral não é porque não lhes queira voltar a pegar, mas alguma coisa não funcionou. Nem que tenha sido preguiça. Já me aconteceu não achar muita graça a um tom, mas também já me aconteceu gostar da narrativa, da escrita e o Intermitências da Mort... o livro pois! ainda ali está por ler.

E não se pense que não sei como é bom ler. Adoro a sensação de querer voltar depressa para casa ou para onde possa ler mais um pedacinho da vida daquelas pessoas que acompanho e me acompanham enquanto o livro durar. E adormecer a ler? Top. Ler e reler a mesma linha numa teima de "ainda não estou a dormir, não estou" e já estou completamente. Há poucas coisas tão boas. 

2 comentários

Comentar post