Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

E hoje mais um 5 de outubro

Pi, 05.10.12

A República tem cento e dois anos e o país está de rastos. Muito bonito.

Uma tristeza e a nós resta o dia a dia, mesmo que vamos para a rua e gritemos o que nos indigna, teremos de o viver e esperar pelo que aí vem.

Pelas redes sociais tudo se virou do avesso como a bandeira esta manhã, e está feito o feriado. O último. Aquele que dá tanto jeito para uns dias antes de começar o mau tempo.

Nos últimos dois anos estive fora no início de outubro: o ano passado em Londres, há dois anos Amesterdão. Este ano planeava estar em Istambul por esta altura, mas com os acontecimentos do verão, não pôde ser. Um dia destes vou lá. Não será muito republicano da minha parte (ainda por cima estive em duas monarquias), mas soube-me bem. A repetir assim que possível.

E botas? Ainda nada. É isto.