Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Ainda da (e na) segurança social

Pi, 25.10.12
Abaixo do sinal de "proibido fumar", um sinal com um telefone cortado por um X: "evite o uso do telemovel". Imagino o cenário dantesco de 30 pessoas ao telefone a contar a amigos e familiares as horas de espera. Still, parece-me um bocadinho despótico.
Houvesse tanto rigor em tudo, e já se percebia melhor. É a mesma lógica dos miudos dos graffiti (que eu aprecio, sujices a toa na parede é que não são nada) que um ministro quis maçar há uns anos: se não tivessemos mais nada com que nos preocuparmos, talvez pudessemos entrar em picuinhices de vizinho desocupado que se remoi dia e noite no bater de portas, 2 andares acima do seu. Assim, deixem as pessoas, pá.

BlackBerry®
www.blackberry.com