Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Adeus, Pedro

Pi, 04.08.20

Soube que o Pedro partiu. Ainda que fora um post ou outro no Facebook, e mesmo esses passam-nos muitas vezes ao lado, não tivessemos grande contacto, o Pedro sempre me fez rir - às vezes quando não era nada aconselhável rir, mas isso fica comigo.

Simpático, orgulhoso dos seus feitos, um ribatejano barulhento que me divertiu muitas vezes à hora de almoço enquanto devorava as suas beringelas recheadas. 

A última vez que o vi foi em frente a um serviço municipal, eu de saída ele a chegar. Tinha-se mudado para o mesmo concelho que eu, para o extremo oposto, mas o mesmo concelho. O sorriso de sempre, "Martinha!". O bom do Pedro. Sempre pronto a "espectacularizar", Benavente style.