Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Átila for dummies

Pi, 22.07.14
Combinámos às oito e meia, e achei que era para não atrapalhar o dia. Muito bem, oito e meia, também eu tenho um dia e prazos pela frente. Quarenta e cinco minutos depois ainda espero. Há alternativa mas esta prefere aguardar mais um pouco. Combinado, não tem sido fácil o contacto e agora não saio daqui sem o objectivo cumprido, espero então.  Espero de pé, numa das mesas altas, e começa a maçar-me a posição - ando bem km a pé,  estar parada é sempre o pior - e lembro-me de Átila, o huno.  Átila, como bom huno que se preze, praticamente nasceu e viveu a cavalo. Os hunos eram medonhos, de carrapito no alto da cabeca rapada e cobertos de pele de rato. Li isto algures e pode bem ser só romance. Certo é que Átila seria um bruto e pouco civilizado para apresentar aos pais, mas era um estratega - além disso, a menos que tenham jogado Age of Empires e Bleda vos diga alguma coisa, é o único huno de quem sabemos o nome por algum motivo. Átila recebia os cônsules romanos a cavalo, e eles, moídos e aborrecidos, ansiosos por voltara ao conforto da tenda e sandálias no chão, cediam mais facilmente.  Lembro-me muitas vezes de Átila, sempre que alguém está no domínio de território penso em Átila, o flagelo de deus, descontraído mas imponente, a negociar a vida a cavalo. Já vi Átila aplicado mas nunca tão literalmente, continuo de pé à espera. Só me falta o cavalo, mas o huno nesta baiuca sou eu.

Enviado de Samsung Mobile

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.