Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Baby post #1 - Sweet Caos

Pi, 14.09.15

sweet_caos_marta_spinola.pngHá três posts devidos, e estão os três ligados a bebés, de alguma forma.

O primeiro é sobre eu ter estado no Sweet Caos no início de Agosto. Não conhecendo a Sandra e a Bárbara pessoalmente, conheço-as e sigo-as já há um tempo - pré-bebés mesmo - no Twitter (e Facebook, mas nós três sabemos por que refiro twitter antes). Acompanhei gravidez de cada uma, dei palpite na data de parto (sem acertar qualquer delas), e vou acompanhando as aventuras e crescimento dos babies S e V.
Sucede que a Sandra e a Ba generosamente me convidaram a escrever um post sobre o que é ser tia, e o dito saiu no Sweet Caos dia 2 de Agosto. Fica agora aqui assinalado também.
Obrigada pelo convite, e sucesso com os babies e o blog!

 

Podem gostar do Caos no facebook, e das ilustrações My Simple Life . 

Hoje é dia de Carlota

Pi, 29.01.15
Falemos a correr do último ano e meio, do primeiro impacto, da notícias, das mensagens da mãe que chegaram como uma bola de neve: "tem líquido no cérebro", "hidrocefalia", "um tumor, vai ser operada". Das operações e recuperações, do síndrome, da corrida do peso contra o tempo, das quimios, dos descansos, dos vómitos alternados com boas semanas a comer que eram quando uma sopa e fruta ficavam. E o peso nada. E a visão, que permanece num silêncio esperançoso que todos calamos mas desejamos. 
De junho para cá tudo diferente. Mais peso, mais força, e uma evolução enorme em tudo. Sentar e interagir podem ser grandes vitórias, e a Carlota tem vencido sempre. Há tropeções, mas perto de tudo são migalhas e a Carlota avança sempre. Não falemos dos tropeções, estamos entre acontecimentos, exames e análises e é tempo de respirar fundo.
Falemos antes de como é ver agora a Carlota sentada a brincar, rechonchudinha, finalmente com mãozinha de furos. De como vai falando à sua maneira e aponta para si quando se pergunta "onde está a Carlota?", como em pouco tempo sabe indicar boca, nariz e orelhinhas. Pode não parecer muito mas quem lhe é próximo sabe o importante que é vê-la crescer agora já mais dentro do que é suposto. 
Não falemos mais. Por hoje comemoremos os 2 anos que a Carlota faz. Comemoremos, como diz a mãe, pelos dois anos, que o ano passado dia 29 de Janeiro era dia de recuperação de uma operação muito importante. Mas deixemos a parte médica por hoje. 
 
Parabéns "Calota mia". ♥

 

Carlota2.jpg