Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Da vida de Pi

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Da vida de Pi... nilla. Uma espécie de director's cut, vá. Vivo de ler e escrever. De ler escritas, de escrever leituras, de debater termos e criar frases. Aqui escrevo da vidinha. Vidinha de Pi, é isso.

Da vida de Pi

29
Dez17

Walking Dead - o resumo (com SPOILERS, aviso já)

Pi

Começando pelo fim, porque vi esta semana o último episódio, tenho de ser sincera: há preguiça e (e/ou, houve uma altura em que se usava muito o e/ou, e aqui aplica-se) amadorismo na escrita destes episódios.

 

* * Spoilers a partir daqui * * 

Deixar que o Carl está ferido de morte para o fim, é egoísta. É possível que alguém o tenha percebido logo, mas não é óbvio para toda a gente. Se eu vir o episódio uma segunda vez, vou naturalmente perceber que do diálogo ao tom de pele, os sinais estão lá, mas não é suposto ter de ver uma segunda vez para perceber, só porque alguém quis guardar até ao fim a informação mais importante do episódio. Andando um temporada e meia para trás, não acompanhei em tempo real as reacções, mas suponho que os fãs também não tenham apreciado o cliffhanger da sexta para a sétima. Eu vi a série de seguida, por isso não fiquei meses à espera de saber em que cabeça tinha aterrado a Lucille. Não se faz, não há necessidade, quando depois até teve um momento inesperado. Era possível o equilíbrio, mas escolheram garantir que as pessoas voltavam na sétima season. É válido, mas rasteirinho.

Dito isto, e no geral, o mais e menos:

 

Gostei

Primeiras quatro temporadas. Ambientes diferentes, alguns momentos trágicos talvez previsíveis, mas eficazes, como Shane, Merle, Hershel, Carl e Lorie. Gostei dos episódios na prisão - dos do Governor nem tanto, embora fosse preciso um desenlace, reconheço. 

 

 

04
Nov17

The Walking Dead. Decidi-me

Pi

Verdade verdadinha, foi pelo Negan que me decidi a ver The Walking Dead. Mas para chegar à temporada dele, teria de passar por todas as anteriores, isso não era negociável (ainda que fosse um negócio só meu, de mim para mim).

Fiz um intervalo no entusiasmo com séries novas, e essa costuma ser a melhor fase para pegar nestas que deixei passar. Como não fixei spoilers que possa ter visto em tempos, avancei.

É o que esperava, percebo que a aventura, o saber o que acontece a seguir seja o principal isco. Mas tive esperança que me surpreendesse mais - ainda vou na terceira temporada -, admito. O lado da condição humana, a ser explorado, tem muito potencial, podia ser quase Saramago e a pouca-quase-nenhuma fé na espécie humana. Não sei que me espera, pelas reacções que vou vendo pouco mais, mas vou continuar.

Gosto de finalmente conhecer nomes que tinha lido ou ouvido, associar-lhes cara e persona. Até tenho medo de referir nomes e aparecerem-me spoilers por todo o lado. Farei um esforço por agora. 

Não é desafiante, não é uma série que me deixe a pensar que há mais para saber, que me faça ir saber tudo, ouvir podcasts e ler reviews a correr. Percebo que prenda, mas não é pelo intelecto decididamente. 

Também é possível e quase irresístivel fazer o paralelismo com o mundo como o vemos actualmente. Não sei, para mim tem sido. Nada muito exaustivo ou fundamentado. Mas tudo o que é decadente cheira a fim de mundo. Em Walking Dead só é mais simples resolver o problema dos zombies.

Mas fica na cabeça. Um dia destes no supermercado, as pessoas moviam-se tão devagar que tive a sensação de ver walkers a avaliar um alho francês, ou a escolher iogurtes. 

Negan. Lá chegarei.  

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D